18.5.09

Homo Sapiens

Antes de mais uma cortesia: o agradecimento pelo prémio que me foi atribuído pela Lucia. A pergunta a que devo responder é o que significa para mim ser um homo sapiens. Respondo sem hesitar, nem estar muito preocupado com a escolha das palavras o que, per si, não revela lá muita sapiência. Ser homo sapiens é ser responsável e cultivar o respeito e a atenção pelo o que o rodeia, seja a família, a sociedade, o seu habitat quotidiano, ou o planeta. Ser homo sapiens é privilegiar a racionalidade Vs a emoção e a emotividade.

12 comentários:

Margarida disse...

(ENA!!!1 UMA CAIXA DE COMENTÁRIOS SÓ PARA MIM!!! WHIIIIIIIIIIIIIIII)


Ser homo sapiens é privilegiar a racionalidade Vs a emoção e a emotividade.



Que seca ser homo sapiens...


(Bocejo)

Mike disse...

(risos)
É uma seca, sem dúvida. É bem melhor ser homo festus. ;)

Grande Jóia disse...

Parabéns, Colega!(risos)

Patti disse...

E homo Mercedus?

Mike disse...

GJ, parabéns a si também, Colega. (risada)

Patty, homo mercedus pode ser exactamente assim. Ainda o link não tinha aberto totalmente mas já mencionava o 300 SL Gullwing, agora numa versão actual do mítico Mercedes. Uma senhora de muito bom gosto devo admitir (apesar de uns vírus esquisitos... risos)

ana v. disse...

Esqueceste-te da competência... zzzzzzzzzzz...

Ser homo sapiens é saber equilibrar a racionalidade com a emoção, e usá-las - AMBAS! - da melhor maneira.
Não leste o Damásio, sobre a inteligência emocional? Ora...

Mike disse...

Olha de quem te foste lembrar... o António Damásio também figura na minha lista do que é nacional é bom. :)
E estás muito emotiva, por isso não quero discutir contigo. (braços cruzados e cara à banda)

Luísa disse...

Tinha escrito o que segue antes de abrir a caixinha de comentários. Decididamente, se não me apresso, a Ana rouba-me a deixa! :-D

(Mike, noto, com desgosto, a ausência de uma palavra a que ando muito afeiçoada ultimamente: COMPETÊNCIA. Então ser «sapiens» não é também, senão sobretudo, ser competente? ;-D
P.S.: Discordo do privilégio da razão sobre a emoção, Mike. A «gestão» (outra palavra eleita) de ambas, equilibrada e harmoniosa, é que é sapiência.)

mike disse...

Luísa, competência é uma palavra que me é querida e tem, para mim, uma latitude diferente da que tem para a Ana. Não a usei, talvez por assumi-la natural e obviamente ligada a sapiens. Nessa gestão que a Luísa menciona não procurei o equilíbrio e sim o extremo, momento em que decisões difíceis são tomadas pelo homo e que, a meu ver, a racionalidade deve imperar para que ele seja isso mesmo. Sapiens. :)

Grande Jóia disse...

Desta vez fui eu que falei em competência...
O colega contagiou-me.
Acudam, meninas! ;)

L. Rodrigues disse...

"Ser homo sapiens é privilegiar a racionalidade Vs a emoção e a emotividade"

Discordo completamente.
E tu também.
Há racionalidade na emoção.

Mike disse...

Pois há L. Enquanto assim for, ele mantém-se homo sapiens. Quando passa a haver emoção na racionalidade, ele torna-se homo tramadus. ;)

Arquivo do blog