28.5.09

Ai Jesus, que cabala.

Li, há dias, e não foi na imprensa cor de rosa, que a Madonna anda algo apurrinhada com o facto de lhe ter sido vedada, pelo menos por enquanto, a adopção de uma criança do Malawi. Não sou dos que se manifestam contra a adopção de crianças pelas vedetas superstar, apesar de sentir que poderá haver, por vezes, um aproveitamento mediático delibrado e de favorecimento da imagem pessoal. O que chamou a minha atenção para o artigo do jornal diário que não estava a ler, apenas passava os olhos pelos cabeçalhos, foi o título que dizia algo parecido com “Madonna faz votos com Jesus”. Sabendo-a seguidora da Cabala, fiquei a pensar para com os botões da minha camisa, que raio Jesus tinha a ver com aquilo. Confesso a minha ignorância em relação a esse sistema (ou deverei chamar-lhe religião?) que se afigura como a vertente mística do Judeísmo (ou será Judaísmo?... Cristo, vê se te decides, Mike) e, precipitadamente, concluí que Jesus tivesse alguma coisa a ver com tudo aquilo. E não é que tinha mesmo? A Madonna, não podendo adoptar uma criança do Malawi, não foi de modas e adopta Jesus, uma outra criança, mais maiorzinha e bem nutrida, mas do Brasil. E o rapaz, a quem certas más línguas viperinas já chamam de boy toy, vai converter-se à Cabala. Ai Jesus, o que faz o amor. Eu que nem sou dado a mexericos, deu-me para escrever sobre a Madonna, artista que admiro, e peguei logo pela vida pessoal que só a ela (e à família dela) diz respeito. Até parece uma cabala.

16 comentários:

JúliaML disse...

por acaso também já tinha meditado seriamente nisso. Nada melhor que os americanos para vender a sua propria imagem. No entanto, acho que pelo menos este artificio servirá para fazer bem a alguem.

Mike disse...

Não tenho dúvidas, Júlia. Ao Jesus, o da Madonna, porventura à própria e à Cabala. ;)

Grande Jóia disse...

Vê como os frangos já lhe puseram o pensamento em brasas?
E como vê a Madonna não adoptou Jesus, ela contratou-o e será remunerado com percentagem proporcional às tranches que venderem.
Ela entra com nota e investe e ele arranja o frango e dá a força de trabalho.
No final ele é o proletário e ela a capitalista.
Quem é que ganha junto da opinião pública? Ele!
Quem é que compra a segunda melhor casa de NY ? Ele!
Quem é que se torna modelo, actor, belo e desejado? Ele!
De quem era então o maior risco? Dela!
Quem ganhou mais com o negócio? Ele!
Conclusão: Teria ele necessidade de ser sócio?
Não!
E ela o que faz? O mesmo que todos os empresários. Volta a pesquisar o mercado e investe no negócio dos frangos renováveis...
E ele? Procura quem o promova como renovável.

A cabeleireira e a assalariada do filme anterior? Bem, essas raparigas regressaram a Portugal. Tornaram-se sócias, fizeram um franchising com a marca "Mike Fried Chicken" e foram convidadas para apresentadoras da Gala dos Frangos Assados em Oslo.
Estão agora a preparar um livro de receitas intitulado "Kike na brasa"

JúliaML disse...

eu não sabia era que o Mister lia revistas cor-de-rosa..

:-)))

D+++

Mike disse...

Eh pá... já me estou a ver como o bilionário da Marie. Este seu comentário foi convincente, GJ. Sabe uma coisa? eu estava apenas a testar a vossa capacidade de lidar com contrariedades e verificar a vossa convicção. ;)
Estou a imaginar-me na Gala dos Frangos Assados em Oslo com tão encantadoras apresentadoras... emproado como um peru... GJ estou convencido! (risos)

Quanto à cabala, acho que percebi a mensagem, GJ. Ele é assalariado e ganha porque dá a ganhar à empresária. :)

Mike disse...

Júlia, li num jornal diário... a sério! Não comece uma cabala contra mim, catrino. ;)

fugidia disse...

Não é verdade, Júlia; o Mister lê sim, por interesse meramente estético, revistas cor-de-rosa!
(risos abafados; depois de uma noite retemperadora o humor renasce)

GJ,
já tinha percebido que é boa em negócios e percebe do assunto.
Saiba que conta comigo para tudo e, apesar de eu não ter, de certeza, o seu faro para o negócio, sou uma mulher trabalhadora e estou habituada a lidar com as "marmeladas" (expressão de um "amigo" meu e da Luísa) da lei!
:-)))

Mister, creio que a opção da Madonna é a mais correcta: investir na juventude.
Tolas as que insistem nos cotas...
(gargalhada abafada a custo e saindo de fininho)

mike disse...

Fugidia, já vi que a cabala contra mim teve início. Mas acabou de me pôr a pensar... realmente há que investir na juventude. Tolos os que insistem nas cotas ou que vão a caminho disso... as que já vão nos "entas", por exemplo. (gargalhada sonora)

fugidia disse...

Permita-me, Mister:
cuidado com os silogismos...
É que se é verdade que as senhoras devem investir na juventude masculina (que, consta, é fogosa nos "intes" e não nos "em grande estado avançado nos entas"), o contrário não se aplica porquanto, é científico, as senhoras são fogosas, precisamente, a partir dos "entas" :-D
Donde, meu caro Mister, só V. tem a perder...
(gargalhada sonora)

P. S. Bom dia... :-)

Si disse...

Grande Joia e Fugidia,
No post infra contra-argumentei para o negócio voltar a ir de vento em popa, sem dispensar a Luísa nem myself!!
....Mas, pensando bem, a GJ tem razão....
Não precisamos da Noruega para nada e do Mike, pelos vistos, também não, olha que curioso!
Franchising??
Também serve!
Porto ou Lisboa???

Ah, pois, relativamente a este post...

Já que o seu negociozito não vai para a frente, Mike e que a ruína é certa sem as preciosas ajudas que se lhe ofereceram, que tal fazermos uma campanha de solidariedade consigo, a ver se a Madonna o adopta???

cristina ribeiro disse...

Jesus! Que fofoquice, Mike,tss. tss :)
Mas indo ao tema dos frangos ( não tive oportunidade de ler o post abaixo, mas como é um tema recorrente num homem sempre de malas aviadas para emigrar...), digo que ainda bem que isso é só fumaça, e não é do braseiro do churrasco, não: é a fumaça das ameaças de quem não sai daqui não senhor - onde é que já se viu? Não lhe chega este imenso Portugal, não? Emigrar, senhor Mike, só na reforma! Estamos conversados? :)

Mike disse...

Permita-me, Fugidia: cuidado com alguns mitos urbanos... (muitos risos)

Si, nada como uma contrariedade para avaliarmos a têmpera das pessoas que estava prestes a tomar como sócias... (riso abafado)
p.s. - isso queria a Madonna... ;D

Palavras sensatas as suas, Cristina. Mas o que me motiva a emigrar é exactamente ansiar a uma boa reforma. :)
(Pois, eu sei, também me está no sangue...) :)

Luz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luz disse...

Mike
Perdoe-me...
Mas como Jesus tem olhos azuis lindos!!
E já que você gosta de revistas cor de rosa...domingo ele deu uma entrevista ( exclusiva) para maior rede de TV brasileira ( usando kajal nos olhos) dizendo que eles são apenas....bons amigos!
Madonna, mas que Jesus!!!

ana v. disse...

Fofoqueiro!
É a primeira vez que vejo um diabinho com inveja de Jesus...

Mike disse...

Pois, Lucia... entendo... (risos)
Devem ter sido esses olhos que deixaram a Madonna a ver à banda... (mais risos)

Já cá faltavas tu, Ana... e não perdes uma oportunidade de me dares uma ferroada, diabinha. ;D

Arquivo do blog