26.5.09

Esta ideia peregrina de assar frangos não me larga.

O facto de se tratar de uma monarquia constitucional não é motivo para me apoquentar, a mim que sou republicano sem que saiba explicar porquê. Monarquia Constitucional com uma democracia parlamentar. Esta segunda parte diz-me alguma coisa mas não tudo, por conhecer bem de perto uma democracia parlamentar que deixa a desejar. Avancemos. O clima, que pode ser oceânico, continental, sub-ártico e alpino, é rigoroso e mesmo no Verão, a temperatura nunca passa de amena. Digamos que não é sedutor. Mas como não são férias que estão em causa e sim o negócio, verifiquemos outros indicadores, como a economia, por exemplo. É próspera, o país é dotado de ricos recursos naturais e possui o segundo maior PIB nominal per capita do mundo. E apesar de ser um país rico, não se cometem as loucuras a que nos habituámos a assistir noutros países liberais. Talvez por ser governado por gente séria que coloca os interesses dos cidadãos em primeiro lugar. Por falar em cidadãos, vamos às pessoas que habitam este país do norte da Europa. Habitam-no pessoas cultas e conscientes, que lá terão as suas razões para terem decidido, por duas vezes, permanecerem fora da União Europeia. São 5 milhões, não abandonam o seu país e cerca de 6,5% são imigrantes. Cerca de 65% da população é constituída por agnósticos e ateus, mas estou certo que isso não constitui motivo para não gostarem de frango assado, principalmente se forem daqueles saborosos da Valenciana. É que em ano de eleições cá no burgo, também estou certo que o desejo de emigrar se vai acentuar aqui para o meu lado, até porque não há nada de novo nesta “Ocidental praia Lusitana”. Bem sei que ninguém deve ficar multimilionário a assar e a vender frangos em Oslo. Mas pelo que pude apurar, também não consta que alguém tenha ficado multimilionário por abrir Bancos na Noruega, ou que algum tenha ido à falência por manifesta incompetência ou actos ilícitos. Resta a Língua. Creio que não seja entrave para mim, e que umas breves lições resolvam o assunto.

17 comentários:

fugidia disse...

Aiii que ideia peregrina esta!, lá vamos nós fazer as malas...
(e eu que não desisto da ideia do cabeleireiro - para tirar às madames o cheiro do frango entranhado nos cabelos)
:-)

Mike disse...

Não é nada mal pensado, Fugidia. :D
Mas está visto que terei uma sócia dondoca, que quem põe as mãos nos frangos e ao calor sou eu, né? (risos)

ana v. disse...

Nem com os frangos da Valenciana me apanhavam a viver na Suécia... livra! Mas talvez te faça uma visita para atestar a qualidade dos frangos, e depois sigo para o Salão Fugidio, mesmo ao lado. Um belo e quentinho programa entre assadores e secadores de cabelo, para esquecer o frio nórdico. :-)

Mike disse...

Vá, deixa-me fazer-te uma pequena correcção que, para o efeito não altera em nada a tua convicção: é para a Noruega. Olha que tenho lá dois amigos (um na Suécia e outro na Noruega) e nem pensam, por um minuto, em voltar, Ana. Pronto, vai lá passar uns dias... comes uns frangos e fazes um penteado escandinavo. (risos)

Luísa disse...

Pois eu, se couber na sociedade - um é pouco mas, às vezes, três são demais… - alinho já, Mike. Dizem que a chatice da Noruega são os noruegueses, muito de rigores e princípios. Mas, pela minha parte, tratando-se de viver um sereno e ordenado dia-a-dia, adoro gente chata. E quando lá caísse aquela noite semestral, vínhamos até cá passar uns dias de caos e emoções fortes. ;-D

Grande Jóia disse...

E ainda por cima pagam as horas da sesta ;)
Eu também alinho mas é como assalariada que é a melhor coisa que uma pessoa pode querer e têm de me dar os direitos da sesta.
E o cabeleireiro é fundamental! Querem lá ver que era avental e carrapito que se esperava ...:-)

Mike disse...

Ena!... sou, definitivamente, um homem afortunado, e graças aos frangos, por ter três potenciais e admiráveis sócias. :D

Luísa, concordo inteiramente com o seu comentário. Desde os 16 anos, quando visitei pela primeira vez Londres, que me deixei encantar por gente "chata". ;)

GJ, não sei se reparou, mas a condição é de sócia. Bem vi que prefere a condição de assalariada, de preferência com participação nos lucros a título de prémio de produtividade e negócio. Nem pense nisso, para ir é para o bem e para o mal. Mas como o negócio dos frangos tem um risco de insucesso diminuto... ;D

Si disse...

Frango peregrino norueguês,
assado em bom português - optimal av två världar - o melhor de dois mundos - (está em sueco que o tradutor online não tem norueguês...)
Making a point: O Mike assa, a Fugidia 'cabeleireireira', a Luísa fotografa, a GJ 'assalaria' e eu proponho-me a 'sloganizar', que o mentor desta ideia não poderá usar da sua arte com as mãos engorduradas, e eu nunca deixo passar uma oportunidade de negócio.
Em resumo: 25% para cada um, sendo que os meus, por uma questão de princípio, terão que incluir direitos de autor sobre os fabulásticos spots que desta cabeça saírem, comissão de agência e rappel em todos os meios utilizados, mais 2 ou 3% sobre os lucros, que isto de ser criativa para um assador de frangos é uma profissão de desgaste rápido.
Todos concordam, não é??
Ok, aprovado!

P.S. Quando é que se recebe a 1º tranche??

fugidia disse...

Jeg bare løse meg samfunnet, Si
Årsakene er oppe!
Hmpfrrrt!

(quer tradução em italiano, Mister?! Não há! Humpfrrt!)

fugidia disse...

(tradução, em português, que com as mãoa nas "paletes" - humpfrrt! - de frangos o Mister não tem tempo de ir ao google e não quero que me acuse de agir de má fé na fase pré-negocial: não há sociedade comigo, acabei de me desvincular lá no post de cima!)

fugidia disse...

* mãos

fugidia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mike disse...

Fugidia, Deus me livre de querer a tradução... sabe-se lá o que vem aí. (risos)
Lamento saber que se desvincula da sociedade. os frangos serão assados, só que as madames ficarão com o cheiro nos cabelo. Olhe, azar! Temos pena! (mais risos)

Leonor disse...

Oslo? Mas não era em Amesterdão?

Mike disse...

Ando em prospecção, Leonor. Mas está visto que as sócias que arranjo têm muitas ideias, mas trabalhar... ;)

ana v. disse...

Pronto, está bem. Mas Suécia ou Noruega é a mesma coisa... gente chata e certinha não é comigo. Os teus amigos não pensam em voltar porque já devem ter os neurónios congelados, ora.

Luísa e Grande Jóia, não caiam nessa!

Mike disse...

Invejosa!
Luísa e GJ não lhe dêem ouvidos. E os meus amigos não voltam porque quem lhes congelou os neurónios, aquece-lhes o corpo. Uma sueca e uma norueguesa. (risada)

Arquivo do blog