25.11.09

Precisamos ter uma conversa.

As mulheres não são complicadas. Nós homens é que somos primários e desmazelados. Elas têm uma inteligência emocional superior e uma intuição aguçadíssima. E testam os homens com uma mestria cirúrgica fazendo-se valer de uma arte de manipulação fascinante. Precisamos ter uma conversa é uma frase que nós, homens, quando ouvimos, dá-nos a sensação de ter sido proferida pelo Diabo. Sim, que um Anjo nunca nos arremessaria com tal frase. E tem razão quem diz que, neste tipo de conversas, apenas Elas saem vencedoras. Quando a avassaladora frase é pronunciada, nós homens fazemos uso de todos os subterfúgios e desculpas, a maior parte delas tão esfarrapadas quanto a vestimenta do mais mendigo dos mendigos. Nesse momento colocamos o som da televisão mais alto, esquecendo-nos que o comando não é nosso e só está nas nossas mãos por uma momentânea benevolência. Vamos para a casa de banho, achando que Elas se esquecem do assunto, ou fingimo-nos cansados, esperando uma tolerância inexistente, ou uma misericórdia que nunca aparece. Os brasileiros têm uma palavra que tem tanto de carinhosa como irónica para o precisamos ter uma conversa. Chamam-lhe papo-cabeça. Só há, no meio disto tudo, uma coisa que nunca entendi. Conhecendo Elas as nossas fraquezas, sabendo Elas como nos manipular e tendo uma inteligência emocional e uma intuição superiores, e sendo Elas mais a encarnação do Diabo que dos Anjos, porque razão nunca tentam proferir essa maldita frase, dando início ao papo-cabeça, sentadas ao colo dos homens de lingerie, entre afagos e sorrrisos. Era vê-los conversar, até do que não desejariam. Um dia ainda alguém me há-de fazer entender, estou certo. E há-de ser começando por proferir a frase precisamos ter uma conversa.

16 comentários:

fugidia disse...

Ahn?

fugidia disse...

(ok, eu traduzo: «sentadas ao colo dos homens de lingerie, entre afagos e sorrrisos (...) era vê-los conversar, até do que não desejariam»?!
Como?!
Mas quem quer conversar nessas alturas, céus?!
Quem, homem de Deus?!

Mike disse...

Uff!

fugidia disse...

Uff?!
Como uff?!

P. S. Anjinhas, somos anjinhas!

Mike disse...

Uff... quer dizer, funciona, não há papo-cabeça. (gargalhada)

fugidia disse...

:-p

(pois não, quem tem cabeça para papo nesses propósitos, não me diz...?!)
:-D

Dulce Braga disse...

Mike, você pirou? :))

Mike disse...

Ah, Dulce, prefiro essa pergunta ao papo-cabeça. (risos)

JúliaML disse...

eheheh

espertinho!

este post fez-me lembrar o Paulo :-)))

Patti disse...

Oh Mike, sinceramente!
Esta frase do "precisamos de ter uma conversa" tem tudo a ver com o Livro do Apocalipse e nada, mas nada mesmo, a ver com o Livro do Génesis!

Credo, será que vocês nem a rezar aprenderam?

(grande gargalhada cristã)

bacouca disse...

Mike,
Este tema que aborda, além de estar muito bem observado é sempre actual. Eu, contudo, acho que nós nestas alturas, utilizamos duas atitudes: se for para passar um raspanete, indagar por alguma reacção estranha dissemos: precisamos de ter uma conversa. Se for para pedir algo fora do normal sentamo-nos ao colo em lingerie e dissemos: vamos conversar. Em ambas as situações ficam logo indefesos e nós vencedoras. Falo por mim, lógico:)
Xi

Luísa disse...

As mulheres só saem invariavelmente «vencedoras» dessas conversas, Mike, porque os homens (salvo na fase do namoro, em que estão dispostos, enganosamente, a engolir sapos vivos), consideram atentatório da sua afirmativa virilidade discutir assuntos que vão, naturalmente, pô-los – ou a alguns dos seus pequenos atributos ou hábitos - em causa. Assim, fogem daquelas conversas como o diabo (o próprio) foge da cruz. Bem cientes, por outro lado – e nisto reside toda a sua velhacaria – de que a vitória feminina vai ser inglória e saber a nada. Quem é mais diabólico neste processo é questão a que conheço bem demais a resposta.
Hhhhhuuuuummmmmpppppfffffrrrrrttttt…
;-D

Mike disse...

Bacouca,

Fala por si e deve estar a falar por uma catrefada Delas, ora. (risos)
Xi. :)

...................................

Luísa,

Por favor não se enfureça. (risos)
É que nestas coisas, ao contrário do que a senhora diz, a velhacaria não está do lado dos homens, coitados. ;)

mike disse...

Júlia,

De quem se havia de lembrar... espertinho porquê? (sorriso angelical)

Patti,

Pois... nem a rezar aprendemos. Mas vocês são Mulheres para nos ensinarem, não é? ;)

E o som dessa gargalhada é mais diabólico que cristão. (muitos risos)

Tâmarinha disse...

jeeez!! Lingerie e papos-cabeça juntos na mesma frase não combina!! Sublinho a Fugidia "Mas quem quer conversar nessas alturas, céus?!"... estás a ficar um homem de certa idade com desejos com uma certa idade!! haha!! Olha, eu cá acho que a lingerie pode muito bem vir depois do papo-cabeça!! E o meu homem não se esconde.. pergunta-me ternamente
"so tell me baby, what do you want to tell me?" (;* (;* (;*

mike disse...

Estás muito saída da casca Tâmarinha... (rsrsrsrs)
Um homem de uma certa idade... humprfftt!!!

Arquivo do blog