8.1.09

José Sócrates e as moedas, que só têm duas faces.


As coisas não são assim tão simples, mas já falta muito pouco tempo para que o devam, ou devessem ser. Não sou comentador político e de política percebo pouco, confesso. Sou um cidadão como todos os outros que habitam este país, tenho as minhas ideias, como todos os outros, voto, como alguns dos outros, compreendo e manifesto a minha solidariedade para com os que se sentem injustiçados, como muitos outros. Não creio estarmos a ser bem governados, mesmo entendendo que o momento é difícil para quem lidera a governação. Não tenciono votar PS mas olho para o lado, que é como quem diz, para o panorama político, e fico sem saber em quem votar. Em branco também se vota, se bem que me parece ser um desperdício para não dizer uma inutilidade. Diz-se mal do Primeiro Ministro, mas foi Sócrates que salvou o PS, que, sem ele a liderá-lo, hoje estaria igual ou pior que o PSD. Ele ressalta entre todos os outros líderes (será que os podemos chamar assim?) dos outros partidos que continuam a fazer política como se fazia há umas décadas atrás. Mas não vivemos há umas décadas atrás, vivemos hoje. Dir-me-ão que se trata de marketing. A esses perguntarei porque não se insurgiram, quiçá até aplaudiram, a nomeação de Obama como marketeer do ano. As coisas não são assim tão simples, dir-me-ão outros. Pois não, mas sê-lo-ão não tarda, quando o PS de Sócrates que, quer se queira quer não, o partido é dele e deve-o a ele ainda ser alguma coisa, ganhar as eleições com maioria absoluta. Simples porquê? Porque não devem haver dois pesos e duas medidas. Porque quando a maioria absoluta for um facto, em vez dos comentadores políticos, dos jornalistas e da oposição continuarem a atacá-lo sem apresentarem soluções dignas desse nome, deviam dizer sem titubear e escrever em letras que se vejam, que o povo português é burro, é imbecil. Que os portugueses são umas bestas quadradas, uma cambada de ignorantes que merecem o que têm. Parece-me que é simples, bastará para tal serem coerentes e haver coragem para o fazer. E não me venham com conversas, antes apliquem aquilo que julgo ser uma elementar justiça, ou seja, olhar para a outra face da moeda, não esquecendo que ela tem apenas duas. Afinal de contas somos todos avaliados pela implacável eficácia dos resultados. Sócrates também será, e em democracia quem o avaliará são os portugueses. Simples, não?

11 comentários:

Grande Jóia disse...

O primeiro salvador do PS e quiçás do país no pós 25 de Abril foi Mário Soares e esse sim, foi o melhor marketeer português até à data. Com Mário Soares o país passou a ter autoridade e liderança e ele ficou como o salvador da "esquerda democrática". E foi também com Mário Soares que surgiu o primeira crise de identidade política ao meter o socialismo na gaveta. A Mário Soares se deve a falta de diferenciação entre os partidos. A diferença com Sócrates é que o país de Mário Soares antes da intervenção do FMI, não tinha "cheta" mas tinha poder político e um político, ao contrário do de Sócrates em que o líder do PS foi feito político a martelo a troco de campanha bem montada.
Por isso o único português que continua a ser o Presidente dos Portugueses e continuará a ser, é Mário Soares. E quem o conhece sabe que é bruto e manda todos para o diabo se lhe apetecer. Portanto e não querendo alongar-me mais, o Mike tem razão os portugueses se não são burros são pelo menos muita gente que não presta. E gente que não presta não tem alternativas que prestem tem aquelas que estão à sua altura: coisas reles!
Sócrates apesar de tudo é a melhor solução à vista, porque tem esse ar de modernidade que os outros partidos não conseguiram com ou sem marketing.

Mike disse...

Obrigado pelo comentário, GJ. Não sei se tenho razão sobre assunto mas creio que terei se, como se prevê, o PS ganhar com maioria absoluta. Porque nessa altura espero dos comentadores, jornalistas e oposição o que mencionei. Vejo-me obrigado a concordar consigo sobre o Mário Soares contudo trata-se de alguém em quem nunca votei e com quem tenho um grave problema de pele. Mas isso são contas de outro rosário, um rosário só meu. :-)

Grande Jóia disse...

Sei do fala em relação às alergias de pele ... é um problema dos trópicos :)

**** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mike disse...

Ó GJ, mas eu nos trópicos nunca tive nenhuma alergia, caramba... (risos)

JúliaML disse...

:-)

tanbem não simpatizo com MS, mas concordo mais ou menos ocm o que diz Grande joia.

Mike disse...

Eu não concordo mais ou menos... eu concordo com tudo, mas MS não obrigado. :-)

**** disse...

Retirei o comentário que deixei ontem por achá-lo demasiado revolucionário (:
Parabéns pela abordagem ao tema.

Concordo consigo integralmente.

Mike disse...

****, mas comentários revolucionários são bem vindos, que aqui desconversa-se. :-)
Obrigado.

Luísa disse...

Meu caro Mike, olhei para este post um pouco enviesadamente e pensei que, afinal, gosto bastante das suas fotografias das Sextas-Feiras. Se prometer nunca mais dizer mal delas, promete reformular (ou até retirar) esta de Quinta? (sorriso muito cândido, olhar suplicante)

Mike disse...

Humprfff!... prometo. É O QUE EU DIZIA... ACABA SEMPRE POR CONSEGUIR O QUE QUER... Humprfff!
:D

Arquivo do blog