17.9.09

Mui Nobre, sempre Leal e Invicta Cidade.

Há cerca de dezoito anos os afazeres profissionais empurraram-me amiúde para o Porto. Empurrado me senti nas primeiras idas, conquistado fiquei ao fim de umas quantas visitas. Não sei se acontece com todos os que não são tripeiros, mas comigo este namoro não nasceu de um amor à primeira vista, trata-se antes, posso dizê-lo hoje, de um enamoramento. A nossa relação é como aquelas que duram, entre namorados que vivem longe um do outro. Dir-me-ão porventura uns quantos portuenses que assim é exactamente porque a minha relação com a Invicta não é diária e por isso não esmorece num quotidiano que, provavelmente, acabaria por nos desgastar. É óbvio que aceito a explicação, por razões também óbvias. Então nada mais me resta senão considerar-me um privilegiado, um felizardo, que por força deste enamoramento, me continuarei a entregar à cidade que o Douro banha e que a Foz abraça. O Porto é uma senhora em toda e na verdadeira acepção da palavra. Uma senhora que não teve uma infância e juventude fáceis, e que tudo o que conseguiu na vida foi conquistado com sacrifício, devoção e crença. Mas nunca deixou de sorrir abertamente ou mesmo dar uma genuína gargalhada, mas só a dá com quem a ela se entrega. Uma senhora culta, excelente conversadora, e sedutora por natureza, que sabe viver a vida porque sabe o que quer dela. E aos meus olhos, e gostos não se discutem, uma mulher bela, muito bonita. Não direi que seja de uma beleza delicada e frágil, que o que é belo nessa mulher é o seu carácter firme mas de um eterno e desconcertante romantismo.

(Postado faz tempo. Repostado porque amanhã me encontrarei com a mui bela, leal, nobre e invicta cidade. E porque me apeteceu).

Foto: Outros Olhares

10 comentários:

fugidia disse...

Guie com cuidado quando for e quando voltar, Mister!
(sorriso)
:-)

Catarina disse...

Nunca gostei muito do Porto. Vivi lá quatro meses e detestei: frio, chuva, sete crianças dos 16 aos 5 meses, empregada que só aparecia quando lhe apetecia,e que, no final da estadia, teve de ir depor no tribunal e acabou por ser presa por desrespeito ao juiz, 40 fraldas por dia, a lavar, secar e passar, enfim, não fiquei com boas recordações. No entanto, reconheço aue é uma cidade altiva, galante, com recantos bonitos e pitorescos. mas prefiro vê-la do lado de Gaia, à noite, a brilhar sobre o Douro.

Mike disse...

Fugidia,

Assim farei. Agradeço o cuidado e a recomendação. :)

...................................

Catarina,

Pelo que descreve, realmente as recordações não são as melhores. As minhas são as melhores e gosto do Porto. :)

JúliaML disse...

o porto uma senhora, Mister? O PORTO É UMA NAÇÃO!

na minha infância não gostava do Porto,pela sua falta de luz e ser cinzenta.
hoje adoro e acho que é uma cidade muito linda e romântica.

GJ disse...

Obrigada pela reposição deste post muito caloroso e onde eu me senti muito bem representada. Foi a minha prenda de anos, certo? (risos)
E hoje anda por aqui? Vou ver se o meu mercedes esbarra com o seu. (são igualitos eheeheh...)mas o meu tem mais pinta porque é conduzido por uma morena esvoaçante (gargalhada)

Luísa disse...

Também gosto do Porto, Mike. Não tanto pela cidade, como pelo muito que me diverti sempre que lá estive, curiosamente, sempre por razões profissionais. (Aí está, Catarina, como são condicionadas as nossas adesões). Estou a planear voltar um dia destes, mas agora para gozar a cidade como turista. ;-D

Lisa Nunes disse...

Mike
Belíssimo post.
um dos meus sonhos é conhecer a cidade de Porto. Tanto me encantam os vinhos, os azeites, a cultura e a sua história.
Bom voiage

Mike disse...

Júlia,

Eu diria que é uma SENHORA NAÇÃO! (muitos risos)

...................................

GJ,

Achei que gostaria desta simbólia prenda de aniversário (riso tímido).
Andei por aí, sim senhora. Mas ainda bem que os mercedes não esbarraram... que ficava meio sem jeito e o que dizer a uma morena esvoaçante. (muitos risos)

...................................

Luísa,

Faça isso. Um destes fins-de-semana passados visitei o Porto como turista (ou terá sido a condição de morcão?... risada) e gostei. :)

...................................

Obrigado, Lisa.
Prepare a viagem, meta-se num avião e venha conhecer o Porto. Vai gostar. :D

bacouca disse...

Mike,
Eu vivi uns tempos no Porto (mais precisamente na Foz) e guardo belas recordações. O Porto é na verdade bonito mas fico com uma certa nostalgia quando lá vou. Sinto-a como uma cidade triste, bonita e com muito mistério e miséria. Não me pergunto porquê mas é o que sinto.
Um bom fim de semana e aproveite!
Um beijinho

mike disse...

Bacouca,

Eu dizer que se sente assim, não há nada a fazer. Mas ia dizer mal. O Porto não nos seduz à primeira, não é amor à primeira vista, mas depois... :)

Arquivo do blog