21.6.09

Cenouras e pepinos, e uma certa ética.

















A minha mãe teve dois filhos homens. Mas desde cedo que não alinhou a educação dos dois filhos pela bitola, muito frequente há trinta anos atrás, de desculpabilização por certas coisas não contarem com a nossa participação por sermos dois rapazes. Em casa, objectivamente na cozinha, fomos saudavelmente compelidos a deitar mão a tarefas normalmente atribuídas às filhas. Costumo dizer que, em casa, a única coisa que não faço (até ver) é passar a ferro. E há quem diga que um dia me há-de ver a dobrar meias a dois. Nada a opor, antes pelo contrário. Mas há um ética pela qual me oriento, de que não abdico. Tem a ver, particularmente, com essas raízes de cor alaranjada e esses frutos de casca verde, de que tanto gosto. Cenouras e pepinos. Uma ética que aplico, mesmo na intimidade do lar e do casal. As senhoras podem deliciar-se, descontraidamente, saboreando cenouras e pepinos inteiros, depois de devidamente lavados, claro. Só uma mente prevertida e subjugada a ideias a que o Diabo não é alheio, pode ajuizar negativamente ou ver o mal onde ele não existe, quando uma senhora saboreia cenouras ou pepinos inteiros. Mas um homem não. Eu, pelo menos, continuarei a orientar-me e a seguir uma certa ética alimentar. Cenouras e pepinos, um homem só deve comer às rodelas. Não fica bem, entendem-me? Estou certo que sim. Da mesma forma que não fica bem a uma senhora ir à praça e tratar o tomate no plural, mesmo que compre uma dúzia de... tomate. Fui educado a fazer tarefas que normalmente estavam reservadas a raparigas, mas há limites, não acham? É uma questão de ética.

15 comentários:

Patti disse...

Ahahahahahahahaha
Ahahahahahahahaha,
Ahahahahahahahaha e esqueceu-se de certeza do pior: um homem a descascar e comer uma banana!

Tenha paciência, mas é muito pior do que comer cenouras ou pepinos.

On meu Deus, que este post vai ser uma desgraça total.

Mike disse...

... (silêncio circunspecto)...
Mas Patti, a ética aplica-se também à banana, que um homem deve comer às rodelas, claro. Acha mesmo que vai ser uma desgraça total? Não vejo porquê... (sorriso angelical e inocente)

Patti disse...

Ahahahahahahahaha
Ahahahahahahahaha, cada vez mais hilariante.

Que imagem magnífica; um homem a comer bananinha às rodelas. Que querido. E também lhe juntará bolachinha Maria esmigalhadinha e suminho de laranja?

(E eu é que estou de sorriso angelical).

Mike disse...

Ora, Patti, não se ria... a bolacha Maria já é às rodelas. E suminho de laranja não fica bem a um homem beber com palhinha. Sabe?, daquele jeito delicado... (risos)

fugidia disse...

«As senhoras podem deliciar-se, descontraidamente, saboreando cenouras e pepinos inteiros(...)»

«Só uma mente prevertida e subjugada a ideias a que o Diabo não é alheio, pode ajuizar negativamente ou ver o mal onde ele não existe, quando uma senhora saboreia cenouras ou pepinos inteiros»

Hum...
Confesso que estou fixada nesta parte... hã...acho que vou ali ao frigorífico, saborear, deliciada, uma belíssima cenouras... hum... delícia...
(ah, e tome lá o pratinho com a sua cenoura às rodelas)

Hum... delícia... agora calhava bem uns tomatinhos... frecos...
(fugindo, explodindo a rir)
:-p

Mike disse...

Credo, Fugidia... uma senhora nunca se refere ao tomate no plural. (face corada)
Querem ver que a Patti tinha razão? (sorriso embaraçado e incrédulo)

ana v. disse...

Cenouras e pepinos??? O que é que nos interessa como gostam os homens dessas iguarias, desde que nos sejam servidas inteiras, a nós? E maduras, de preferência, mas isto já é um gosto pessoal...
(sorriso de candura total)

Mike disse...

Muito bem, Ana. És uma verdadeira senhora. Estava certo que concordaria com o teu comentário e sei que o teu sorriso (de candura) é totalmente puro e genuíno.

GJ disse...

Em vez de ser às rodelas não pode ser em palitos?
No caso da banana é que não dá jeito, mas os homens é que sabem!

Patti disse...

De palhinha é um bocado abafadinho, não lhe parece?

Leonor disse...

Se o Mike o diz nada a opor, mas para a próxima que for comprar tomate(s) ver se me lembro do singular... ;-)

Mike disse...

Não, GJ. Não pode ser em palitos. Mantenho a minha ética. Sobre os outros homens não falo. Às rodelas e ponto. ;D

...................................

Patti, tem toda razão. De palhinha é um bocado abafadinho. Vê como me entende? (risos)

...................................

Tenho a certeza que a Leonor está apenas a desconversar. Porque sei que é uma senhora e jamais se refere ao tomate no plural. :D

Luísa disse...

Pela primeira vez, Mike, deixa-me sem palavras. A razão é que sinto, muito dentro de mim, que a questão proposta, de grande interesse para compreensão dos conceitos, preconceitos e costumes associados a uma tradição nacional de raízes mergulhadas no que há de mais denso e basilar no espírito do macho latino (com as repercussões que aponta no próprio linguajar feminino e em certos medos atávicos a determinados plurais); a questão, dizia, não é exactamente, ou não será apenas… ética? :-D

Mike disse...

É, de facto, Luísa. Este seu comentário só reforça a admiração que tenho por si. :)

teresa ribeiro disse...

Ora aqui está uma reflexão que constitui um verdadeiro alimento para o espírito. Rico em vitaminas e sais minerais!

Arquivo do blog