A desconversar é que a gente se entende

sexta-feira, 17 de Abril de 2009

Bar de engate.

Um texto sobre separações e casamentos, postado há dias, gerou comentários interessantíssimos e muito divertidos, sendo que um desses comentários (anónimo), me deixou a pensar sobre o fenómeno bar de engate. Bar de engate é um conceito algo estranho mas real. E é um conceito retrógado usado por pessoas que andam perto dos quarenta ou já passaram por eles. Mas continua válido nos dias de hoje, se bem que com outros nomes. Os meus filhos mais velhos, a quem pedi a opinião sobre o tema, disseram-me que bar de engate pode ser qualquer lugar, e deram como exemplos mais bizarros, o supermercado, o ginásio, a praia e até a igreja, imaginem. Mas é estranho o significado pejorativo que lhe está associado, como algo de ilícito, reprovador ou condenável. Isolemos as palavras e esqueçamos a palavra inocente que é bar. Concentremo-nos em engate, palavra utilizada por jovens de muitas gerações. O Manel engatou a Maria, faz do Manel e da Maria o quê? Dois proscritos desmiolados? Dois adolescentes inconsequentes? Dois jovens apaixonados? Um Manel afoito e uma Maria romântica? O que quer que seja, o Manel engatou, e a Maria quis e deixou-se ser engatada. Engate associado a bar soa mais estranho e faz com que alguns sobrolhos se ergam. No bar de engate não existe inocência. Quem lá está sabe ao que vai. Engatar ou ser engatado. Alguém quer atirar a primeira pedra a quem lá vai? Eu não, que dispenso moralismos hipócritas. Mas mais estranho ainda é considerar a blogosfera como um bar de engate. Um bar virtual onde as pessoas são obrigadas a comentar, mesmo que não queiram, são seduzidas à força por alguém que nunca viram, ou lhes tenham apagado, como que por magia, os traços das fronteiras com que sempre regeram as suas condutas. Alguém lúcido ou de boa índole acredita nisto? Adultos a brincar aos adolescentes inconscientes? Não me parece. Neste bar virtual que alguns consideram de engate, só está e só é engatado quem quer. Na blogosfera, entre adultos, faz-se exactamente o mesmo que se fazia antes dela existir. Debatem-se assuntos sérios, têm-se conversas descontraídas, filosofa-se, partilham-se fotografias e experiências, ri-se com superficialidades, há quem chore e, provavelmente, há quem engate, há quem queira ser engatado e há quem se deixe engatar. Claro que seria mais glamoroso chamar à blogosfera um local de cultura, de informação, de lazer, ou de outras coisas mais próprias e politicamente correctas. Mas a blogosfera, tal como a vida, não é assim. Há blogs para tudo, resta a quem aqui anda saber por onde quer andar. Ou será que há alguma coisa que me está a escapar? Não serão concerteza as mentes prevertidas e doentias de pessoas frustradas e complexadas, que vêem bares de engate, onde eles porventura existem, mas também onde não os há. E também não me devem estar a escapar o moralismo hipócrita sob a capa de uma modernidade decadente, ou o cinismo trajado de ideias que habitam em mentes ditas abertas mas que nunca se abrirão. Posto isto, agora sim, vou de fim-de-semana sorridente e feliz, apesar da Primavera, a estação do ano que menos gosto, estar a ser exactamente o que ela sempre foi. Como os bares de engate.

25 comentários:

JúliaML disse...

o comentário a que se refere, só nos diz o quanto a pessoa em causa é invejosa, Mike. Se quer que lhe diga, bem pode ser, porque o meu amigo tem um espaço onde todas as pessoas sensíveis e delicadas se sentem muito bem .
Quanto à designação, o que conta mesmo, é a intenção. Por mim, entro em qualquer lado e nuca deixo de ser o que sou. Um dia, ao entrar por força das circuntancias num lugar pouco recomendável, um amigo me diz, ao ver fazer-se silencio e abrirem-se alas, para que eu passasse "onde há merda,o Ouro reluz".

O seu filho diz muito bem, engate pode haver até à porta da Igreja, como dizia meu ex.

A propósito de M----a, ara as portas e deixe-a passar, a mim não me incomodam bocas sujas, uma vez que estou na sua casa, que é do Bem.

beijo meu

Mike disse...

A Júlia é ouro que reluz até onde há ouro. :D Obrigado pelo seu comentário. Não sou pessoa de perder tempo com respostas e recados, mas desta vez incomodou-me, por respeito a quem me comenta. :)

fugidia disse...

Fui ao dicionário.

Engate pode ser
1. procurar namoro (numa perspectiva diria mais amorosa, de nos ligarmos, de nos prendermos afectivamente ao outro) ou
2. procurar o outro para "fins menos lícitos" (o que poder ser isto, meu Deus???... ah!, claro, é o sentido mais perjorativo, a perspectiva do não-namoro da relação vaga, ou - perdoem-me a vulgaridade - da queca) - o meu dicionário não é nada de especial; é o que tenho aqui no trabalho, tipo prevenção/SOS (Porto Ed.).

Posto isto, à laia de considerandos gerais, tenho a dizer que a vontade de namorar ou de apenas estabelecer relações vagas (tipo "flirt") sempre existiu e continua a existir, seja em que local for, seja de que modo for, com ou sem blogs, chats, msn, mails, etc. etc. etc...

Em tempos postei aquia história de amor de Robert Browning e Elizabeth Barret Browning: ele ficou cativado pelos poemas dela, trocaram milhões de cartas e apaixonaram-se.

Existem situações de "engate virtual"? Claro que sim; bem menos graves (moralmente falando, naturalmente, atenta a natureza especialmente sensível de certas mentes) do que o engate à porta da igreja, parece-me (risos)

E é possível o "Amor virtual"?; e mais, que ele se transforme num "Amor real"? Claro que sim, diz a "nuvem azul" :-)

E agora, se me dão licença, vou acabar de arrumar a secretária para ir ter com o meu "touro bravo" (aquele, por quem me engatei/enamorei/apaixonei e que conheci através do mundo virtual - bendita net) ;-)

Bom fim-de-semana para todas e todos (anónimo incluído) :-)

Mike disse...

Sendo assim, Fugidia, resta-me desejar-lhe um bom fim-de-semana a si e ao seu "touro bravo". :)

Patti disse...

Na blogosfera também há engate e tentativas de..., claro que sim.
Mas esses blogs e bloggers são facilmente identificáveis e se desconhecemos o 'bar' onde vamos, é mais sensato ficarmos num local discreto a observar os 'mirones'.

O maior bar de engate do princípio deste milénio, é a seccção de congelados dos hipermercados a partir das 21.00H.

E atchiiiiiiimm---oh Mike dê um casaquinho à rapariga!

Mike disse...

Patti, comecei por sorrir com a sensatez do seu comentário e acabei com uma gargalhada sonora. Li há bastante tempo, salvo o erro na revista do Expresso, que um dos pontos de engate mais concorridos de Lisboa era o supermercado das Amoreiras a partir das 8h da noite (de segunda a sexta-feira). Percebe-se porquê. ;D
Ó Patti, desvie lá o seu carrinho e não deixe que ele choque com o do cavalheiro da frente... :)))

Helder Robalo disse...

Serão esses comentários feitos por gente que, de algum modo, se sente "proscrita" nestas coisas da blogosfera? Ou que quer para si todas as atenções?

Às vezes quase acho que sim! Uma e outra.

Bom fim-de-semana meu caro!

Mike disse...

Vá-se lá saber, meu caro.
Bom fim-de-semana, Helder. E um abraço.

JúliaML disse...

querida Fugi, tenho para mim que o amor virtual só se transformará em real, se o 1º encontro não for na tal secção do hiper ehehehhe

JúliaML disse...

Querido Mike, fico sem jeito, bem haja.

Mike disse...

(risada)
Júlia, vou deixar que seja a Fugidia a responder-lhe... (risos).

Tem sido um privilégio, Júlia. :)

fugidia disse...

rsss

Querida Júlia, não foi!
Aliás, creio que neste tempo todo que entretanto passou, ainda não estivémos juntos na tal secção do hiper (graças a Deus - risos)
:-)))

Leonor disse...

Compreendo muito bem o seu desagrado, Mike, porque também fiquei incomodada com aquele disparate. Alguma mulher ressabiada ou um homem invejoso por não conseguir igualá-lo? Seja como for que vão dar uma volta, se me permite.

Mike disse...

Não faço ideia, Leonor. E não tenho intenções de perder tempo em entender. Quem quer que seja, que vá dar várias voltas e se perca pelo caminho.
Obrigado pelo seu comentário. :)

Luísa disse...

Ponto 1: acho que tem toda a razão, Mike.
Ponto 2: não sabia que, neste momento, os «bares de engate» são as secções de congelados dos hipers. Já foram em tantos sítios! Lembro-me de, há uns anos, ter lido numa revista um interessante artigo que listava esses ditos «bares» por ordem de eficácia (digamos assim). E, nessa altura, os ginásios ocupavam a linha da frente. Curiosamente, a «noite» e os bares propriamente ditos ficavam lá muito, muito para trás. Secções de congelados, diz a Patti? Supermercado das Amoreiras, diz o Mike? Obrigada, Amigos! ;-D

Grande Jóia disse...

Há comentários que nem são para pensar segunda vez. O melhor que nos pode acontecer, seja na blogosfera ou noutro lugar é podermos bater à porta e entrar sempre que quisermos com a certeza de que seremos bem recebidos.

Mike, quem o visita sente-se assim. Por isso aqui estamos e voltamos e desconversamos. E claro que ficamos agradados se nos retribuem a visita e a sua eu não dispenso.;)

Lugar de engate pode ser em qualquer sítio. Quando vivi no Canadá o local de engate era a lavandaria comum do prédio.

Luz disse...

Ah meu amigo Mike,
A-D-O-RO vir me engatar nessa desconversa boa !!!
Quanto ao comentário....sem comentários!
Beijo

Ana Campos disse...

Pois é, tem toda a razão. mas foto que colocou tinha de ser de uma mulher. O engate é sempre associado à mulher fácil, vendável, o que se engata é sempre uma mulher.
É chato e triste, engatar e prostituir andam de mão dada, e é sempre associado à mulher.
Com tanto engatado que anda por aí...
beijos

Mike disse...

Ponto 1: obrigado, Luísa.
Ponto 2: essa das secções de congelados dos hipers tem que tirar a limpo com a Patti, que eu sou um anjinho que não percebe nada disso (risos). E sobre as Amoreiras, eu apenas li... (sorriso angelical) ;D

Ui, GJ... estava a esquecer-me das célebres lavandarias dos prédios ou do bairro, típicas nos EUA e Canadá. :)))
E agradeço as suas palavras. :D

Se assim é, considere-se engatada, Lucia. (muitos risos)
É sempre muito bem vinda. :)

Ó Ana, tenho que confessar que hesitei quando escolhi a fotografia. Exactamente pelos motivos que refere, com propriedade, no seu comentário. Tem toda a razão, só que o meu lado diabinho me traiu, desta vez. ;D E o corpo semi-nu de uma mulher, para mim, é sempre mais belo. :)

ana v. disse...

Tens razão. É claro que a blogosfera pode servir de "bar de engate", como aliás qualquer território onde se encontre gente que está disposta a engatar ou ser engatada. Mas as regras do jogo e os riscos são os mesmos de sempre, se estamos a falar de adultos. Há que conhecê-los e aceitá-los, se se quiser jogar. O que não vale é armar em vítima, quando as coisas não correm como se esperava... Sempre houve predadores e presas, sempre houve quem jogue limpo e quem faça jogo sujo. E sempre houve também, seja qual for o cenário, lobos que se fazem passar por cordeiros mas que acabam por mostrar as garras, mais cedo ou mais tarde.

Seja como for, o Desconversa é um espaço de amizade e de convívio saudável. Já o disseram todos os outros comentadores e também eu o sinto assim. Invejas e ferroadas baixas (sempre sob um conveniente anonimato, claro) nao cabem aqui. Por isso, Mike, deixa seguir a banda e não penses mais no assunto, que não merece tanto.

Mike disse...

De ti, assim como das restantes pesssoas que aqui comentam, confesso que não esperava outra reacção. :D
E já deixei passar a banda. É que quando a música é tocada só para mim é uma coisa, quem afronta quem me comenta, é outra. Daí este post, o primeiro em 2 anos de blogosfera. :)

ana v. disse...

Eu sei que é o primeiro, Mike. E faço-te justiça: eu, que normalmente fervo em pouca água, acho-te um herói! :-)
Se foi por nós que reagiste sinto-me lisongeada, mas não te preocupes... juraria que nenhuma das tuas comentadoras se sentiu atingida pelo veneno.
Bom fim-de-semana. :-)

Patti disse...

"(...) tem que tirar a limpo com a Patti, que eu sou um anjinho que não percebe nada disso (...)" –

Ai que sonso! (gargalhada bem sonora!)


Estive a pensar melhor e estas novas lojas de pronto a comer e levar para casa, são sérias concorrentes das secções de congelados e também devem dar luta!

Olhe, já levou os panadinhos de perú? São deliciosos, eu levei na última vez com arroz de cenoura e adorei!
Ai sim?. Então vou confiar em si e experimentar. Costumo preferir uma salada leve para a noite.

(gargalhada ainda mais audível que a anterior).

Mike disse...

Não sou nada um herói, Ana... preciso é de mais (muita) água para ferver. (risos)
E tenho a certeza que nunhuma das minhas comentadoras se sentiu atingida... são todas senhoras! :D

lol lol lol
Patty, estou a imaginar a cena: ele com ar de calimero, coçando a cabeça, já a roçar o desespero, sem saber o que comprar, e ela, confiante e prestável a dar-lhe os conselhos sobre o que levar... e no fim a debaterem a melhor hora (ao minuto, claro!) para se fazerem as compras na loja de pronto a comer... para se voltarem a encontrar, os piratas... (gargalhada)

Anónimo disse...

Olá
Eu gostava de saber quais os bares de engate que existem em Lisboa e arredores.
Porque fala-se deles mas não os conhecemos, publique uma lista mas bares de engate de mulheres claro.
Porque anda para ai uns doentes esses gays isso é uma m.....

Arquivo do blog