5.2.09

As mulheres, o Diabo e o Anjo. (III)

Acordou sobressaltada e olhou, com os olhos semi-cerrados para o despertador pousado na mesa de cabeceira, constatando a hora tardia. Com os vodkas da noite anterior esquecera-se de ligar o despertador. Assumiu que o atraso não era recuperável por isso não valia a pena correr. Vestiu o roupão e dirigiu-se à cozinha. Um guronsan é remédio santo, e devia ter tomado um ontem, pensou. Tropeçou numa garrafa de vodka, atirando-a contra a parede com estrondo, quase partindo-a. O Anjo abriu um olho a custo e voltou a fechá-lo, escondendo a cara com vergonha, sem antes lhe desejar um bom dia com uma voz rouca. Estava num estado lastimável, com uma asa para cada lado e olheiras até aos joelhos. Ela nem queria acreditar no estado em que a sala estava. Garrafas espalhadas pelo chão, cheiro a tabaco e cinzeiros a transbordar de beatas e de restos de outros cigarros ilícitos. O seu desabafo contém impropérios que não me atrevo a escrever. O Anjo, com esforço, ainda lhe conseguiu dizer que não tinha fumado. O Diabo resmungou. Podem fazer menos barulho? haja respeito por quem descansa, caramba. Ela nem hesitou e atirou-lhe com a água destinada ao guronsan. Mais impropérios indescritíveis, desta vez de um Diabo estupefacto de cor vermelha e azulada do frio. Ela encolheu os ombros, não tardava chegaria a empregada e aqueles dois haviam de se ver com ela. Depois de um duche demorado, a toilete matinal enquanto pensava o que vestir. Decidiu-se por um tailleur Prada de saia curta e cor vermelha. Volta à sala, fazendo-se notar com os saltos altos dos sapatos. O Anjo abriu os olhos e resmungou – não tinhas uma saia que te tapasse mais as pernas? Ela nem olhou para ele, ignorando a observação. O Diabo sorriu e, com um assobio desafinado, manifestou a sua aprovação. Estás de arrasar – disse entre dentes e voltando à sua cor original. Só acho que esse decote não valoriza o teu belo peito – definitivamente o Diabo estava a recompôr-se. O Anjo tentou levantar-se para fazer valer a virtude, mas foi em vão. Ela continuou a caminhar em direcção à porta, ignorando a desaprovação de um e os elogios de outro. Estava farta daqueles dois. Um não conseguia deixar de ser anjinho por umas horas e o outro era incapaz de ser mais do que diabinho, nem que fosse por uns momentos. E os minutos a passar. Bateu com a porta, meteu-se no elevador e olhou-se ao espelho. Antes de sair no piso térreo, mirou o espelho pela última vez e, num acto de cumplicidade, usou o dedo indicador da mão direita para afrouxar a ponta do decote da blusa, deixando antever um pouco mais do seu peito firme de pele clara. Maldito Diabo!, pensou sem evitar um sorriso travesso.

25 comentários:

ana v. disse...

Muito bem, Mike. Com ou sem a devastação do início do post (credo, há muito tempo que não me acontece uma dessas!) acho que todas nós nos revemos um bocadinho neste texto. Não posso é deixar de notar a toilette com que vestiu a pequena, muito reveladora dos seus fétiches masculinos de moda... ;-)

(aposto que há um cabelo longo e sedoso no quadro, e umas unhas bem encarnadas!)

Margarida disse...

:)

Fosse o diabo e o anjo um pouco menos previsíveis nas suas constatações e ela não teria necessidade de beber e fumar desalmadamente (lá está... entediada).

Se quisesse ser conflituosa, perguntar-lhe-ia porque raio o anjo queria uma saia mais comprida. Não quer que ela se sinta bem na pele? ainda é pecado ser-se sensual? (humpfff) mas vá... acho que ela se safou e mandou-os marinbar. My kind of girl...

(bom dia)

Grande Jóia disse...

Também estou com a Ana no que respeita à toilette...Uma mulher a tentar disfarçar esta confusão toda e sem muito tempo para disfarçar as olheiras, escolheria um vestido bem mini,saltos bem altos e um colar extravagante mas não era vermelho...:)

Grande Jóia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patti disse...

Oh Mike, se eu tivesse uma noite de banho de vodka, vestia-me de preto e óculos à Onassis

Mas isso sou eu, que sou uma 'anjinha', obviamente.

fugidia disse...

Dúvidas pertinentes (são as únicas coisas que me ocorre dizer, de tão exausta que estou de uma maratona de trabalho desde ontem):
porque razão indicam ambos (diabinho e anjinho) as 10 horas?
E são da manhã ou da tarde?
E... deixe lá Mister, acho que vou descansar :-p

Mike disse...

Vamos lá ver como hei-de colocar as coisas, Ana... a toilette não é tanto um fétiche, mas para fazer "pandan" (será que se escreve assim?) com o "Diabo veste Prada". (risos)
O cabelo não o vejo longo e sedoso, antes rebelde e ruivo... ela é ruiva. As unhas... hum... pode ser... bem encarnadas. (mais risos)

Mike disse...

Margarida, o Diabo e o Anjo são previsíveis porque são rapazes, ora. ;)
E olhe que o Anjo estava carregadinho de razão. É que a saia era muito curta. (risos)
Mas não é pecado ser-se sensual, claro. ;)

Mike disse...

Sabe o que é GJ?... é o que dá um homem escrever sobre o que não sabe, como por exemplo acordar ao lado de uma mulher ressacada. (riso abafado)

Mike disse...

Uma "senhora anjinha", eu diria, Patti. :)

Mike disse...

Fugidia, a menina está exausta do trabalho ou do vodka? (gargalhada)
10 horas foram as horas (tardias) a que ela se levantou, ora. ;)

fugidia disse...

Mister,
1.º ruiva?!
2.º ruiva!?
3.º hum... ruiva????
4.º vodka?!
5.º eu?!
6.º hum... vodka????

(exausta do trabalho, sim, que eu não sou ruiva, ora! Humpfrt!)

Mike disse...

Pronto, pronto... vá descansar e não se arrelie. Diz-lhe o anjinho aqui deste lado. (riso abafado)

fugidia disse...

Humpfrrt!
Vou sim.
(e nunca mais é sexta-feira... :-p)

Mike disse...

É já amanhã. :)

Teresa Ribeiro disse...

Fica à espera da versão masculina para esta história. É que de conversas entre menina, anjinho e diabinho já estou eu farta de saber...

Mike disse...

(risos)
É que os meninos só se dão com o diabinho, Teresa. (mais risos)

Teresa Ribeiro disse...

Eh!Eh! Mas depois armam-se em anjinhos...

LADY-BIRD, ANTITABÁGIKA, FÃ DO JOMI LOL E JÁ AGORA DO NOSSO AMIGO ANTI-TECNOLOGIAS: MARCHANTE (se não existisse tinham que o inventar) disse...

Lá está o Mike a fazer de "Advogado do Diabo"...lol

O que já vai para aqui...
são dois homens? de certo tinha um chapéu de chuva encarnado...(se visitar o meu blogue percebe ao que me refiro)lol

Porque é que não podem ser 2 anjos?

beijinho

turma_ga5 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
mike disse...

(risada)
Teresa, o que eu me ri com essa de se armarem em anjinhos... :)

Lady Bird, é um diabinho e um anjinho, ora. Lá estão vocês, mulheres, sempre a quererem saber tudo ao pormenor... (risos)
Dois anjos? Hum... acho que não, mas vou pensar nisso. ;)

Luísa disse...

Meu caro Mike, por que é que, nestes seus pequenos e deliciosamente provocatórios «posts», nunca encontro um anjo verdadeiro, desses que não têm sexo? Será porque o autor não consegue concebê-lo? ;-)

Mike disse...

Minha cara Luísa, o autor concebeu 4 anjos, mas têm sexo. Dois são do sexo masculino e dois do sexo feminino. Vou considerar seriamente, aceitando como sugestão a pergunta que me faz. Anjo verdadeiro, desses que não têm sexo... hum... esforçar-me-ei. ;D

Ana Paula Motta disse...

Pois é o Diabo Veste Prada e roupinha à moda diabo tem mesmo que ser vermelha,rs. Bom,se fosse eu também estaria de preto com óculos à Jack O., mas no clima do conto o vermelho veio a calhar. Gostei aqui do teu blog.Vou passar sempre por aqui.

Mike disse...

Ana Paula, só agora vi o seu comentário. Seja bem vinda e obrigado. :)

Arquivo do blog