24.7.08

Rua do Padrão, Foz, Porto.


É ali perto do mar em plena Foz do Douro. E continua a ser um dos restaurantes mais em voga da cidade do Porto. Concebido a partir do restauro de uma casa do início do século passado, o Cafeína é um dos meus restaurantes preferidos da Cidade Invicta. O designer Paulo Lobo criou uma decoração sóbria e requintada, mas simultaneamente arrojada, através de uma arquitectura de interiores contemporânea e que se traduz num ambiente sofisticado e exclusivo. As cores, verde escuro, castanho ferrugem e dourado; os materiais, couro e ferro oxidado, acentuam a “patine” de um soalho centenário. O espaço é divido em duas salas, uma funcionando como bar-cafetaria e a outra como restaurante propriamente dito. A cozinha, pela mão do Chef Georges Pereira, é original e refinada, sendo marcadamente do tipo internacional com raiz portuguesa e alguns traços de influência francesa e italiana. A garrafeira, sem ser extensa, é, na minha opinião, exemplar. O Cafeína é um espaço cosmopolita, com uma atmosfera envolvente, consequência de uma iluminação cuidada e de uma escolha musical criteriosamente selecionada que passa pelo jazz, house, easy listening e música clássica.

12 comentários:

ana v. disse...

Conheço o Cafeína e concordo: come-se bem e é muito simpático, além de ficar na Foz, o sítio mais bonito da cidade do Porto. Boa escolha, Mike.

Mas explique-me o que é "easy listening", um estilo musical de que eu nunca ouvi falar... é um sinónimo de chill out?

mike disse...

Obrigado, Ana. :)
Digamos que sim, que é um sinónimo de chill out.

Júlia Moura Lopes disse...

vivi 10 anos na Foz e ainda não me despeguei dela, embora já não seja a minha Foz ainda é a minha predilecta.
o cafeína ainda continua bom, mesmo se for só para tomar café :-)

Esse da rua do padrão já mudou muitas vezes de dono...há uns anos ia lá,mas como tem altos e baixos, acabei por esquecer.

mike disse...

A Foz não é só sua, Júlia... que é isso? (muitos risos)
Está a tentar apropriar-se da minha Foz? (mais risos)
Hesitei entre o Cafeína e o meu restaurante italiano preferido, um pequenino que também fica na minha Foz. O Al Forno. :)

fugidia disse...

Ora, a Foz é do meu mano mais velho, que vive lá!
:-p

(risos)

mike disse...

Não é nada! É minha!... humprfff! :)

Júlia Moura Lopes disse...

o Al Forno era muito bom há uns anos atrás. Já lá não vou há uma década, julgo :-))por causa de uma 4 estações que me pareceu serem só duas estações e de um semi-frio indecente. :-)
Acabei por mudar para outra junto ao Mercado, que também já não é o que era, mudou de donos.

Já não há restaurantes bons na Foz.
A Foz agora é o prolonga-se por Matosinhos onde encontra bons restaurantes.

Olhe, reunia-me todos os anos no verão no Al Forno, com as coleguinhas de curso, as mais chegadas.

Eu sou muito esquisita na comida, Mike, sempre fui, tenho uma ulcera há 30 anos, como de tudo, mas tem queser tudo apetitoso e bem confecionado.

Eu sei que a Foz não é minha, mas oomo fui muito feliz quando lá vivi, apropriei-me dela. :-)))

ana v. disse...

Aconselho o OPORTO, no largo da Igreja da Foz. Come-se bem e tem um ambiente óptimo. Quando vou ao Porto agora, vou lá sempre.

mike disse...

Um dia postarei sobre o D'Oliva (em Matosinhos) e o Sessenta Setenta. Mas a Júlia, está visto que é mesmo esquisita, e vá-se lá saber o que considera bom. ;)

ana v. disse...

Ah, o D'Oliva também é muito bom! O outro não conheço, onde fica?

Anónimo disse...

http://www.charmcomfort.com/lista_clientes.asp?a=4&cod=58
aki é assim kuando copia linka o copianço!! lool

Júlia Moura Lopes disse...

eu gosto do D'Oliva,Mike... só que agora está sempre cheio :-(

Já agora: onde se come mal e caro, é no D. Tonho( do Rui Veloso) na Ribeira do Porto.
Também se come mal no Cais de Gaia. Não tem um que se aproveite...

Gosto do Oporto, Ana. :-)

Arquivo do blog