18.1.10

Porque hoje é segunda-feira, os meus filmes.

Era uma vez na América.

10 comentários:

Luísa disse...

Este filme tem quantos anos, Mike? Lembro-me de o ter achado um bom filme, apesar do ambiente «mafioso», que nunca me seduz. Guerra e máfia são dois temas que só raramente conseguem atrair-me a uma sala de cinema. E a propósito: qual é a sua posição relativamente a serenos, limpos e subtis filmes de investigação psicológico-policial, de tipo «Poirot»? ;-D

Mike disse...

Luísa,

Este filme tem uns anitos.
Um bom filme, Luísa??? Um grande filme, quer a senhora dizer. ;D
A Luísa sabe que o cinema me atrai pela parte técnica, para além dos temas. A minha posição relativamente a esses que refere é, normalmente, sentada... no sofá de casa. (risos)

p.s. - contudo, também irá ver alguns por aqui. ;)

bacouca disse...

Mike,
Também gostei deste filme. E vejo-o,também como você, bem sentada no sofá. Adorava o ritual de ir o cinema, a uma sala, mas de uns tempos para cá, com a alta defenição, prefiro ver em casa.
Xi

L. Rodrigues disse...

Lembro-me de ver no cinema, e de perder parte do começo porque o vizinho da frente chegou tarde e vinha de muletas.
Foi o primeiro filme que comprei em VHS, depois de comprar o primeiro leitor do formato.

Mike disse...

Bacouca,

Filmes como este gosto de ir vê-los ao cinema. Em casa vejo os que a Luísa refere, tipo Poirot. (risada)
Um xi.

...................................

L.,

Sacrista do vizinho da frente... é um grande filme, certo? ;)
Abraço.

ana v. disse...

Como a Luísa, também a máfia e a guerra são temas que não me atraem no cinema. Mas é um filme emblemático, sem duvida. Ainda assim, prefiro o América proibida, com o grande Edward Norton e uma história muitíssimo bem contada.

fugidia disse...

Ah, sim; o Robert De Niro é tão charmoooooso :-))))

Mike disse...

Ana,

Desta vez não estamos de acordo: o América Proibida é um bom filme, mas Once Upon a Time in America é um filmaço. :)

...................................

Fugidia,

A menina nem quer saber do filme para nada, não é? só tem olhinhos para o De Niro... humprfftt! ;)

Teresa Ribeiro disse...

É "o" filme da minha vida. E está tudo dito :)

Mike disse...

Ena, Teresa, não chega a ser "o" mas é um "dos" filmes da minha, também. Neste filme está lá tudo: parte da história de NY, um argumento superior, uma realização extraordinária, interpretações fascinantes, uma produção irrepreensível e uma banda sonora sublime. :))

Arquivo do blog