27.9.08

Gosto do silêncio das palavras lidas.

Mas gosto de as ouvir quando as leio.

19 comentários:

fugidia disse...

:-)

JúliaML disse...

lindoooo!


este Mike, não é o mafarrico que às vezes quer parecer ser! :-)

mike disse...

Fugidia, :-)

mike disse...

Este Mike não parece ser um mafarrico, menina Júlia. É um mafarrico. (risos)
Nem sei porque postei isto... tenho dúvidas que faça sentido, mas como gosto de desconversar... ;-)

Luísa disse...

Faz todo o sentido, Mike, porque as palavras lêem-se com todos os sentidos. Também gosto de as ouvir (apesar de silenciosas), e de as cheirar e saborear e tactear… E até se lêem – e muito – com o sexto sentido, que, sendo exclusivo das senhoras, o Mike não pode usar e gozar, infelizmente… ;-)

mike disse...

(risos)
Hum... mas na minha idade os homens já têm 5,5 sentidos, Luísa. Não sabemos é usá-los, infelizmente... (mais risos)

ana v. disse...

Também gosto de ouvir palavras quando mas lêm.
Bom domingo, Mike.

mike disse...

Mas eu acho que as oiço quando as leio em silêncio, Ana. Ah, espere lá que a menina está muito desconversadora... pois éééé... como quem as tivesse escrito as tivesse a ler para si... boa!
Bom domingo, Ana. :-)

ana v. disse...

Nem mais, Mike. :)

Paulo Cunha Porto disse...

Compreendo perfeitamente o Mike, eu, lendo uma peça ou um texto ficcional, imagino ouvi-las por vozes diferentes, enquanto que ao avançar num ensaio, parece-me escutá-las por intermédio da minha.
Abraço

Anónimo disse...

È a intrínseca relação dos todos os sentidos e sentimentos com as palavras, que me leva a devorar ou abortar um livro, uma crônica
ou uma simples coluna de um jornal.
Dulce

mike disse...

Mas esse seu ouvir é refinado, meu caro Paulo...
Um abraço.

mike disse...

Bem vinda, Dulce. Pois, como é uma senhora, quando fala de todos os sentidos, inclui o sexto, certo?
;-)

Anónimo disse...

Certissimo! Virei mais vezes sim, porque este espaço é delicioso ;-)
Dulce

mike disse...

Dulce, :-)
E obrigado.

Grande jóia disse...

O silêncio das palavras lidas e a reflexão nelas sentidas, quem é que não gosta? e depois existe o silêncio das palavras nunca ditas. Terá sido o desassossego, Mike?
;)

mike disse...

O silêncio das palavras nunca ditas... também gosto desse, Grande Jóia. :-)
Desassossego e inquietação... também gosto desses dois. :D

Corine disse...

Mike, que bonito!..e que fotografia tão silenciosa...

:)

(é maravilhoso paulo realmente essa capacidade quase esquizofrénica mas percebo-o lindamente. sempre que tento escrever qualquer coisa estou constantemente a ouvir a minha voz, ou pelo menos como a imagino, de um lugar exterior a mim mas que é meu. quanto a vozes de outras pessoas, só com autores que adoro e para os quais já tenho um imaginário próprio associado.)

mike disse...

Obrigado, Corine. :-)

Arquivo do blog