31.12.08

Maldita lua, abençoada piscina.

Pensei em escrever que te tinhas acobardado, mas sei que a cobardia é coisa que não habita em ti, coisa que nunca conheceste. A lua intrometeu-se entre nós ao acalmar-te as marés, e nem o vento de levante fez com que o desassossego se apoderasse de ti por um dia que fosse. Deixaste-te embalar pelos sussurros dessa irresistível sedutora e abandonaste-te nos braços que ela te estendeu durante a noite. E não acordaste de manhã. Preferiste entregares-te a uma preguiça que se prolongou pela tarde. Esperei e não resisti. Nem a chuva fria, o vento que desordenava as tuas ondas e as tuas águas geladas impediram que me atirasse a ti, a um mar que, afinal, se esquecera de um desafio. Não conseguiria voltar sem cavalgar uma onda que fosse. E assim foi. Nem acho que tenha vencido um desafio, que acabou por não o ser. Valeu-me a piscina coberta, aquecida e esquecida, que esperava por mim, e que me acolheu na sua água quente e retemperadora. O meu corpo relaxou apenas por instantes, nessa mesma piscina onde fui feliz. Voltaremos a encontrarmo-nos sem que a lua e a sua magia apaziguem as tuas marés, para que as tuas ondas revoltas se abatam sobre mim. E claro que não te guardo rancor. Até breve.

14 comentários:

fugidia disse...

Ah Mister!, fez bem o Mar em deixar-se embalar pela Lua: há lá coisa melhor do que abandonarmo-nos nos braços de quem nos seduz e ficarmos a preguiçar durante todo o dia?!
O que o Mister tem é inveja do Mar, ora! (risos abafados)
:-D

Mike disse...

Humprfff!... o mar armou-se em preguiçoso, foi o que foi, Fugidia... e deixou-me ao frio, ao vento e à chuva nas ondas. :-)

JúliaML disse...

isso é que é amor, Mister!

à primeira contrariedade, trocou o Mar por uma Piscina!! :-P

cristina ribeiro disse...

Se este texto não é de Poeta, eu sou o São Nicolau :)
Bom Ano Novo, Mike!

Mike disse...

Ora Júlia, o mar é que não quis nada comigo... e ao contrário do que rezam as crónicas, neste caso houve marinheiro a mais e marés a menos. ;-)

Mike disse...

Simpatia a sua, Cristina. :D
Bom ano novo para si e para todos os que lhe são queridos. :-)

Luísa disse...

Na primeira leitura, Mike, andei à procura de sentidos ocultos e pensei (como a Cristina): temos poeta! E temos drama! Passei depois os olhos pelos comentários, reli num espírito mais prosaico, e compreendi a decepção e a traição da piscina aquecida… Mas continuo desconfiada: porque um dia de marés moles e surfs frustrados não justifica a elevação deste texto. Meu caro Amigo, se precisar, aqui tem um ombro sempre muito pronto (e curioso) para acolher desabafos. ;-D
Aproveito para lhe desejar um excelente ano de 2009, cheio de sucessos de toda a ordem e em todos os campos, incluindo o marítimo. Um beijo. :-)

Mike disse...

Luísa, antes de mais deixe-me que lhe diga que já tinha saudades da sua escrita mesmo enquanto comentadora. Depois cumpre-me agradecer-lhe a sua amabilidade e predisposição para me ouvir. Predisposição e curiosidade... (risos)
Mas sabe, quando se trata de marés moles e surfs frustados, a intensidade da decepção é tanta que justifica a elevação de qualquer texto. ;D
Desejo-lhe um muito bom ano de 2009. A si e à família. :-)

ana v. disse...

Não vale a pena negar nem esbracejar, Mike: há um poeta que vive dentro de ti e te dá algum trabalho a manter a compostura do pragmatismo... e ainda bem, para quem te lê!
Melhores ondas da próxima vez. Mas uma piscina aquecida também tem os seus encantos, é uma questão de imaginação... ;-)

Mike disse...

Qual poeta, qual carapuça, Ana... (risos)
Sabes que nem gosto muito de poesia... mas melhores ondas virão concerteza e uma piscina aquecida e esquecida... pois... ;-)

Grande Jóia disse...

Eu bem lhe falei em temperança... respondeu-me que eram coisas de amizade e idade...hum...até pode ser, mas a piscina aquecida era de água doce ou salgada? (risos)

Mike disse...

(muitos risos)
De água doce, GJ... (mais risos)

Anónimo disse...

boas piscinas e melhores ondas...(quanto a mim, ficaria pelas ondas de água salgada, suaves doces e temperadas... muito largas e densas)

;) Bom ano
Corine

Mike disse...

Ondas suaves, doces e temperadas não são ondas, Corine. ;-)
O mar sim, quer-se largo e denso.
Bom ano. :-)