19.9.10

Os espanhóis têm razão.

A credibilidade do futebol português é igual a zero. Depois do presidente do orgão máximo do futebol ter afirmado que a equipa portuguesa tinha capacidade para jogar em automático (com os resultados que se conhecem) e depois da novela Carlos Queiroz, faz uma enorme maldade ao profissional português com maior reputação internacional, ao fazer a disparatada proposta a José Mourinho. Espero que o Real Madrid diga que não. Eu diria que não, sem hesitar. É lata a mais e impunidade a menos.

5 comentários:

Patti disse...

Como diz o povo: "se fosse eu que mandasse, o futebol ficava todo de castigo durante 3 anos"!

Todo, mas todo mesmo. Só jogavam as equipas das aldeias!

Dreamer disse...

Mas o Mourinho não devia ter feito comentários sobre as férias que vai ter com a selecção espanhola.
Não se pode servir a dois patrões.
E se a selecção perdesse com ele? E se ganhasse? Disse que até treinava a selecção de graça, mas quem lhe paga é o Florentino, e não é tão pouco assim...
Eu punha o futebol de castigo durante cinco anos!

Luísa disse...

Estamos é a precisar de uma grande barrela nos níveis de «comando» do país, Mike... em todas as áreas. :-S

bacouca disse...

Mike,
Isto está tudo maluco! Agora até o futebol não tem vergonha de mostrar às claras as suas vergonhas.
Para mim futebol só "A liga dos últimos".
O resto: proibido depois deste espectáculo com a Selecção.
Beijo

Mike disse...

Ó presidentA, nem tanto ao mar nem tanto à terrinha, safa! Então ficávamos sem bola durante 3 anos? É que as aldeias, hoje em dia, nem têm gente suficiente para formar uma equipa, quanto mais duas. ;-)

...................................

Dreamer, caramba!!... 5 anos?... se a Patti diz mata, só faltava alguém dizer esfola... (risos)

...................................

Luísa, hum... pois... no further comments. ;-/

...................................

Bacouca, para mim futebol é o meu Sporting e "mai nada"! ;-)
Um xi.