1.8.09

As mulheres, o Diabo e o Anjo (VII)

Chegou a casa e atirou com a mala para o sofá esquecendo-se que não a tinha fechado, depois de ter tirado a chave de casa. Uma mala de senhora, nestas circunstâncias assemelha-se a uma granada e esta não foi excepção. Os impropérios não são descritíveis. O anjo, que estava na cozinha a fazer o jantar, estremeceu e lançou-se num vôo célere até à sala. O diabo resmungou depois do susto, ele que estava refastelado no sofá a ver televisão, bebendo cerveja e a comer amendoins. O anjo, pousado no ombro dela, desconsolada e furiosa, perguntou-lhe, num sussurro, o que se estava a passar. O diabo não se mexeu, olhando-os de soslaio enquanto se dedicava aos amendoins ruidosamente. Sem controlar a fúria respondendeu ao anjo, vociferando, que o Fabrice a tinha traído. Estava de tal forma exaltada que só um ágil bater de asas evitou que o anjo despencasse do ombro abaixo. O diabo não conseguiu evitar uma risadinha malévola. Sem ligar às palavras solidárias e carinhosas do pequeno anjinho, ela conduziu toda a raiva para o diabo. Estás a rir-te porquê? achas bem o que ele fez? (os impropérios continuavam e cada vez mais impróprios). Ora, ora, nada que tu não tenhas já feito, minha linda, respondeu-lhe o diabo, agora com um ar sério. O anjo caiu em defesa dela, exaltando todas as suas virtudes. Cala-te!, arremessou o diabo, o que sabes tu disso, anjo chato? O anjinho preparou a resposta mas foi interrompido com uma pergunta demolidora. Alto aí, tu por acaso já traíste? Cruzes, credo, nunca!, respondeu o anjo sem conseguir evitar o rubor da face. Ela voltou à carga, tirando os amendoins das mãos do diabo e gritando-lhe que não era verdade, que ela jamais fizera algo semelhente. Gerou-se uma confusão digna de um jogo da NBA e de uma disputa de bola debaixo do cesto, só que neste caso a bola era o saco dos frutos secos. Ela furiosa e o anjo divertido. O diabo pareceu desistir. Olhou-a nos olhos e arremessou, implacável: semelhante, semelhante, talvez não tenhas feito... é que o Fabrice é homem e não soube foi fazer as coisas, mas vocês mulheres sabem fazê-la, ó minha menina... tu atraiçoas sem sequer beijar e já o traíste com o Nicolas vezes sem conta, ou pensas que eu não sei? Como te atreves a acusar-me? atirou-lhe ela com a voz trémula. Desmente-me, vá, desmente-me, mas não te esqueças que tens o teu anjinho querido pousado no ombro, respondeu-lhe o diabo com um ar desafiante. Fez-se um silêncio sepulcral na sala e o desmentido...

22 comentários:

fugidia disse...

CREDO!!!
Mas o que é isto?!
Safa!!!!

=/

mike disse...

É lado angélico e diabólico das mulheres, Fugidia. ;)

fugidia disse...

Homessa!

Eu parece-me é que é o lado angélico (pequeno e frágil) e diabólico (enorme) dos homens, no caso, do autor do post :-D

mike disse...

Fugidia,
Olhe que não, olhe que não... ;)

Luísa disse...

Mike, pelo que pude entender da gritaria na sala, a pequena só atraiçoou em pensamentos, pois parece que nem sequer beijou o Nicolas. Assim sendo, salto já em defesa dela. Porque a traição em pensamentos é das profilaxias mais eficazes contra os males que ameaçam qualquer relação sólida e com vocação duradoura. A traição em pensamentos, Mike, é um sinal inequívoco de absoluta e dedicada fidelidade. A traição em pensamentos é - diria em conclusão - um acto de tremenda virtude. ;-D
Ao diabo esse diabinho radical mais os seus amendoins! :-D

mike disse...

Luísa,
Concedo em dar-lhe alguma razão, apenas e só porque a Luísa personifica a virtude (hum... interrogo-me, entre risos, como será este elogio recebido e percepcionado). ;D
Contudo, trair em pensamento não deixa de ser traição, mesmo concordando que poderá ser uma profilaxia eficaz. Mas a moça desta história já tinha como objectivo deixar o Nicolas. O anjo, por ser anjinho, é ingénuo, mas o diabo já lhe adivinhava as intenções.

Luz disse...

Mike

Mulheres traem?? ( risada contida)

mike disse...

Parece que só em pensamento, Luz. ;D

Ana Mestre disse...

Estou em pleno acordo com a Luísa..Subscrevo e assino por baixo;)

mike disse...

E porque será que não me surpreendo que assim seja, Ana? ;D

Ana Mestre disse...

Porque será mike??? :))))

Mike disse...

Oh, por nada, Ana. :)))
(Querem ver que me estava a tomar por diabinho?... risos)

Margarida disse...

Aquela pequena linha que separa traição em pensamento e a traição "consumada"? chama-se respeito pelo outro.

Mike disse...

Margarida, existe uma linha dessas? Ui, deve ser tão ténue, mas tão ténue, que tenho dificuldade em vê-la. A definição de "traição consumada" dava pano para mangas...

Leonor disse...

Que horror! Lá porque a rapariga efabulou já é traição???? Ai Mike, Mike :)))

Mike disse...

... "efabulou"... mais uma cuja definição, neste contexto, dava pano para mais mangas, Leonor. :)))

bacouca disse...

Mike,
Este texto só pode vir de uma cabecinha demoniaca!
Na verdade as mulheres também costumam trair mas não há dúvida que temos mais arte mais "savoir faire" e passamos inóculas. Esse diabinho é que é um "bufo" (como dizia a outra...). Para quê criar tanta confusão? Pobre anjinho... que trabalheira!
Um beijinho

mike disse...

Uff! Até que enfim que há uma senhora que assume as coisas como elas são, Bacouca. (risos)
Temos, portanto, umas quantas definições sobre o tema: "traição consumada", "efabular", "savoir faire"... (mais risos)

marie tourvel disse...

Então darei meu pitaco... A bacouca disse certinho, a mulher sabe fazer, ué. Simples assim.
Agora uma pergunta: se a mulher pensa no Brad Pitt e sabe que nunca vai consumar nada, é traição? :)))))

Beijinhos

mike disse...

Não, não é Marie. Mas se a mulher já só pensa, mesmo sem nunca sequer ter chegado perto, quanto mais beijar, no Zé Mané, desejando um dia "consumar" e sabendo que um dia "consumará", então aí é traição, ué. Mas é como você diz. Mulher sabe fazer e homem é trapalhão. ;)

ana v. disse...

Tretas. Nem sempre o homem é trapalhão, nem sempre a mulher sabe fazer as coisas. Essas generalizações só servem para fazer as mulheres acreditarem que nunca serão traídas sem darem por isso e assim ficarem mais descansadas, ora... enfim, coisas de diabinhos matreiros. ;-)

Mike disse...

Nããããã... nada disso menina Ana diabinha... nada de se aproveitar para tentar fazer das mulheres vítimas... ;)